Dividendos

Conforme anunciado na Oferta Pública Inicial, a Luz Saúde não irá pagar dividendos em relação ao exercício findo em 31 de dezembro de 2013, dado o aumento de capital concluído em fevereiro de 2014 como parte do IPO, a fim de reduzir o nível de endividamento da Luz Saúde por forma a melhorar a sua situação financeira e aumentar a flexibilidade para futuros investimentos.

O Conselho de Administração espera estar em condições de propor o pagamento de um dividendo a partir de 2015 (em relação ao exercício findo em 31 de dezembro de 2014), representando pelo menos 25 por cento do resultado líquido consolidado, sujeito à apresentação de uma proposta relativa à aplicação de resultados e à sua aprovação pelos órgãos sociais competentes da Luz Saúde. O Conselho de Administração pode propor a revisão da política de dividendos ao longo do tempo para refletir, entre outros fatores, as mudanças na estratégia do negócio e requisitos de capital.

 

 

Atualizado em 25 de março de 2014